21 de outubro de 2020
  • 12:48 Em Catalão, Elder Galdino propõe Auxílio Emergencial de RS 300
  • 16:16 Elder pretende reduzir as secretarias de 20 para 10
  • 19:05 Mauro Fayad assume a coordenação do plano de Governo de Hélder Galdino
  • 18:09 Vereador Sousa Filho consegue, na Câmara aprovação de dois projetos relacionados á conta de água .
  • 17:30 Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – Ligue 180

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu na manhã desta quinta-feira (28) com um grupo de jornalistas profissionais da mídia profissional que fazem a cobertura política. O presidente convidou esse grupo de jornalistas, e eu fazia parte deste grupo, para um café ao lado do gabinete presidencial.

Foi servido um café com bolinhos e pão de queijo e foi um contato do presidente Bolsonaro conosco, jornalistas profissionais, um contato inicial aqui no Palácio do Planalto. Durou cerca de 40 minutos.

O presidente estava descontraído, estava disposto. Também estavam alguns ministros e, inclusive, o vice Hamilton Mourão.

O presidente começou por falar sobre a importância do papel da imprensa profissional, da mídia profissional para a comunicação social, para o esclarecimento da população. E ele chegou, inclusive, a usar a seguinte expressão: “Eu estendo a mão para vocês neste momento”.

Ele disse que durante a campanha teve mais contato com as redes sociais de internet, mas que agora ele preferia fazer esse contato com a imprensa profissional diante da importância do trabalho da imprensa, da importância do trabalho dos jornalistas e também da importância do momento em que o país vive diante da expectativa de votação da reforma da Previdência Social, que começa pela Câmara dos Deputados e depois vai para o Senado. O presidente pediu ajuda à imprensa profissional para esclarecer tanto a população quanto deputados e senadores.

Cada vez mais atuante em favor das causas do consumidor, o PROCON em Catalão – órgão oficial de Proteção e Defesa das pessoas que adquirem qualquer tipo de produto ou serviço – divulgou balanço das atividades executadas ao longo do ano de 2018. O relatório detalha todas as demandas que chegaram à unidade.
No acumulado dos 12 meses do ano passado foram exatos 3.686 atendimentos. Janeiro foi o mês em que as pessoas mais solicitaram o apoio do PROCON: 447 foi o número total de casos registrados. Em Fevereiro foram 311 atendimentos. Março de 2018, 264 atendimentos. Abril, 306 atendimentos e 311 em Maio. Em Junho e Julho, foram 290 e 332 atendimentos, respectivamente. Em Agosto o PROCON registrou o segundo maior mês do ano em número de atendimentos: 346. Em Setembro foram 270, Outubro 277, Novembro 274 e Dezembro apenas 258.
Conforme consta no relatório, as principais demandas dos consumidores que procuraram a equipe do PROCON eram aquelas que envolviam Serviços Essenciais (1.649), ou seja, problemas relacionados à energia e telefonia, por exemplo. Outros vilões de reclamação dos consumidores se tratavam de assuntos financeiros, foram 970 atendimentos. Queixas essas relacionadas a cartão de crédito, empréstimo, juro abusivo etc. Atendimentos sobre produtos apareceram no terceiro lugar no ranking de reclamações: 634 casos. Um exemplo, seriam reclamações por produtos vencidos onde o órgão atuou junto à Vigilância Sanitária.
De acordo com o Diretor do PROCON Municipal, Anísio Pereira, os números mostram a credibilidade e o incansável serviço em prol da população. De todos os casos registrados na unidade, cerca de 80% foram solucionados em 2018. Segundo ele, atingir esse índice na solução das reclamações é um excelente resultado. “É um número satisfatório e é gratificante saber que nosso trabalho é reconhecido, que as pessoas sabem que podem nos procurar na solução do seu problema. Por outro
lado, atuamos também para que algumas empresas entendam que precisam respeitar seus clientes e perceber que o consumidor está amparado pela Lei 8.078/90 – Código do Consumidor. Por isso, o Procon busca sempre atuar de forma eficaz fazendo valer os direitos do consumidor”, destacou.
O PROCON em Catalão funciona na Rua Major Paulino nº 228, bairro Nossa Senhora de Fátima. O atendimento vai de segunda à sexta-feira, das 8h às 16 horas (sem intervalo para almoço). O telefo